"OUVI a palavra do SENHOR, vós filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra; porque na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus." Oséias 4: 1

 

 

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos."  Oséias 4: 6

 

 

As vezes dá vontade de desistir de falar, de defender um povo que não responde aos chamados proféticos, a Bíblia diz "...Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis;" 2 Cr 20: 20 b. (grifo nosso).

 

Triste é perceber que a manifestação de Brasília contra a PL 122 não foi divulgada nem pela mídia evangélica, fizeram pouco caso, as vezes meia dúzia de índios, ou sem terra, quando fazem uma zuadinha em Brasília, a mídia faz um estadarlhaço. O relato de Julio Severo no artigo abaixo, revela que:


1- O Povo Evangélico Brasileiro está desunido.


2- Os Pastores brasileiros, boa parte deles estão comprometidos, se venderam pra politica suja e não podem falar.


3- As pessoas ainda não estão entendendo o que está acontecendo, ainda não caiu a ficha.


4- O fator econômico para muitos é mais importante que valores morais.


5- Boa parte dos deputados evangélicos são covardes.

 

 

 


Silas Malafaia, ditadura gay e desunião cristã

 


Julio Severo

Mesmo longe do Brasil, eu estava acompanhando emocionadamente a manifestação cristã de 1 de junho contra o PLC 122. A manifestação, que ocorreu na frente do Congresso Nacional em Brasília e foi liderada pelo Pr. Silas Malafaia, merecia a total atenção de todos os cristãos.

Estando no exterior, não tenho acesso às redes de televisão do Brasil, a não ser pela internet. Assim sendo, visitei sites de emissoras evangélicas às 15h, horário do início do evento, mas não vi nenhuma rede de televisão evangélica dando cobertura.

Numa televisão evangélica de Brasília, tudo o que pude ver foi a pregação de uma pastora…

Não é de admirar pois que as emissoras seculares não tenham feito mais do que as emissoras evangélicas.

Noticiei que compareceram à manifestação cristã umas 20 mil pessoas, mas alguns que participaram dizem o número foi 50 mil e 80 mil.

Se o PLC 122 ou outra lei anti-“homofobia” passar, afetará apenas 20, 50 ou 80 mil? Afetará apenas 500 mil pessoas? Então por que mais pessoas não compareceram? Por que as redes evangélicas e católicas não fizeram cobertura completa da marcha em defesa da família?

Não foi somente o evento liderado por Silas Malafaia em Brasília que enfrentou descaso e contradição cristã. Em 4 de janeiro, Malafaia também liderou a Marcha para Jesus do Rio e atacou a obsessão política de Sérgio Cabral pela sodomia.
O governador do Rio, que havia recebido amplo apoio de Malafaia e Crivella na sua primeira eleição, foi com muita justiça denunciado por Malafaia, que também exortou a multidão de participantes a resistirem à avalanche de leis pró-sodomia que Cabral está impondo a ferro e fogo no Rio.

No palanque, Malafaia também exortou seu irmão, Samuel Malafaia, a lutar contra as leis de institucionalização da sodomia. Essas leis fatalmente geram a descaracterização e deformação da família e proteção das crianças.
Não há dúvida de que o irmão de Malafaia precisa de exortação.

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, onde Samuel Malafaia é deputado estadual, aprovou em 25 de maio emenda à constituição estadual nº 23/2007, a qual inclui o termo “orientação sexual” no rol dos direitos e garantias fundamentais, que por sua vez garantirá a aprovação de qualquer PLC 122 e outros males para a sociedade, exclusivamente para privilegiar a sodomia.

O jornal Extra afirma que os únicos que votaram contra essa emenda foram dois deputados estaduais: Edson Albertassi e Flávio Bolsonaro, filho do deputado federal Jair Bolsonaro.

Albertassi foi o único deputado evangélico a mostrar a cara. Onde estavam os deputados evangélicos? Desaparecidos? Tomando banho de sol na praia de Ipanema? Hospitalizados? Qual é a santa desculpa que vão apresentar?
Enquanto a população está preocupada com o feroz avanço do movimento ideológico gay, redes evangélicas e católicas estão ocupadas demais para cobrir nossas manifestações, deixando-nos dependentes de meros blogs como o meu, que não têm nem de longe a repercussão que tem um canal de TV. Mesmo assim, cada um faz o que pode.
Uma jovem do Rio escreveu o endereço do meu blog numa camiseta e, por conta própria, usou-a na Marcha para Jesus na esperança de indicar para outros uma fonte de informação indisponível na mídia secular e cristã.

Enquanto a população cristã vota em políticos cristãos para que defendam pelo menos os interesses da família, na hora crítica da votação de uma ameaçadora emenda de “orientação sexual” no Rio, todos os deputados evangélicos sumiram do mapa e só Edson Albertassi e Flávio Bolsonaro se distinguiram votando contra.

Em seu site, o próprio Silas Malafaia reconheceu publicamente que essa emenda é um perigo e confirmou que já foi aprovada na primeira votação, alertando o povo do Rio a pressionar os deputados estaduais a votar contra também. Mas o próprio irmão de Malafaia não estava com Albertassi e Bolsonaro quando esses dois deputados sozinhos disseram “não” à emenda. A pergunta sufocante é: Por que o irmão de Malafaia votou a favor da terrível emenda? Por que?

Se a população do Rio não reagir rápido, cobrando energicamente dos deputados cristãos que aparentemente estão tirando uma soneca e até votando a favor do mal, o Rio de Janeiro poderá se tornar no Brasil o primeiro palco de uma sociedade sob uma lei onde a ordem suprema é total reverência à sodomia.

Se a população do Brasil não reagir rápido, cobrando energicamente dos canais evangélicos e católicos de TV que decidiram livremente não cobrir um evento contra a ditadura gay, chegará o dia em que depois de uma soneca descobrirão que não mais têm direito nem liberdade de decidir. Em vez de poderem informar que a sodomia é prejudicial, serão obrigados a dizer que a sodomia é uma maravilha inigualável.

Só porque Jesus Cristo disse que os dias finais seriam como os dias de Sodoma significa que as televisões cristãs, com a cumplicidade de políticos cristãos que se ausentam de votações cruciais, devam deixar a omissão desempenhar um papel fundamental para o cumprimento dessa profecia?



Leia também:
Blogs com notícias similares:

Atualizado 6 horas atrás.

Por Joelson em Religião desde 03/09/2014

http://canalgospel1.dihitt.com canal gospel

site relacionado ao mundo evangélico

Atualizado 9 horas atrás.

Por Diná em Auto-ajuda desde 08/05/2011

http://dinapolaguiar.dihitt.com Conversando com a Drª Diná

Compartilho estudos, palestras e meus livros. Tenho fundamentação psico espiritual cristã.

Ranking 30017º

Atualizado 11 horas atrás.

Por Carlos em Religião desde 03/11/2013

http://conexoesdeesperanca.dihitt.com Conexões de Esperança

Reflexões de fé, amor, paz e esperança

Sua opinião:
comentou em 06/06/2011 10:56
Oi Luiz,

Obrigado por seu precioso comentário.
O que me deixa triste é o fato de estar nas mãos do povo (ainda), o poder de decidir e de se manifestar aqui no Brasil, caso que não acontece no mundo muçulmano e comunista, e nós entregarmos o" ouro ao bandido" por falta de empenho e entendimento da questão, isso choca mesmo. Os protestantes pegaram o nome de "protestantes" porque protestaram contra uma lei européia no começo da reforma. Façamos jus ao nome - protestemos !!

Abraços !!
comentou em 06/06/2011 20:40
OUVI a palavra do SENHOR
Muitos pensam que fazer parte de uma igreja e ser bonzinho é o suficiente para ser salvo. Muitos pensam que por ser padre, pastor, obreiro já estam salvos.

Muitos se aproximam do Senhor com seus lábios, mas seus corações estam longe Dele.
comentou em 07/06/2011 17:36
.